Edições

06antonioaureliogoncalvesb

As Virgens Loucas

António Aurélio Gonçalves

€10.00

ISBN
972-98281-6-4
Depósito Legal
163 064/01
Páginas
80

Quando, à meia noite, se ouviu gritar: Eis aí vem o esposo, saí a recebê-lo;
Então se levantaram todas aquelas virgens, e prepararam todas as suas lâmpadas.
E disseram as fátuas às prudentes: Dai-nos do vosso azeite, porque as nossas lâmpadas se apagam.
Responderam as prudentes dizendo: Para que não suceda, talvez, faltar-nos ele a nós e a vós, ide, antes, aos que o vendem, e comprai, o que haveis mister.
E enquanto elas foram a comprá-lo, veio o esposo; e as que estavam apercebidas entraram com ele a celebrar as bodas, e fechou-se a porta.
E, por fim, vieram, também, as outras virgens, dizendo: Senhor, Senhor, abre-nos.
Mas ele respondendo, lhes disse: Na verdade, vos digo que vos não conheço.

Evangelho segundo S. Mateus - 25

Na sua versão original, As Virgens Loucas, do cabo-verdiano António Aurélio Gonçalves, é uma novela com uma componente teatral muito forte.

Foi essa teatralidade (conferida pelas personagens, pelo tempo e pelo espaço da acção) que levou Cândido Ferreira a adaptar o texto e a encená-lo no Mindelo, em 1996, com o Grupo de Teatro do Centro Cultural Português do Mindelo.

O livro reúne as duas versões - a novela original e a adaptação de Cândido Ferreira.